peneira

peneiraQuem nunca ouviu a expressão “tapar o sol com a peneira” antes? Quando era pequena ouvia os adultos falando isso para descrever uma situação em que alguém estava querendo ocultar algo com medidas temporárias. Sempre que peneirava farinha, voltava essa frase na minha mente, até que um dia o sentido da ‘peneira’ mudou para mim.

Estava perguntando para Deus por que as pessoas não conseguiam manter a presença Dele em seus corações. Eram inúmeros emails, telefonemas e conversas com pessoas que no decorrer do tempo perdiam o amor por Jesus e o interesse pelas coisas do coração Dele, ou sempre sentia-se vazias da presença Dele. Perguntei o que estava acontecendo, e Ele simplesmente falou: o coração deve estar cheio de furinhos, como uma peneira.

Pela primeira vez vi a peneira que não era relacionada com a mentira ou o ato de “tapar” algo, mas sim com uma incapacidade de conter algo por mais do que alguns segundos.

Vi que o nosso maior problema nunca foi um espírito ou energia maligna, mas sim a presença de tantos “furos” em nossa alma. Se fosse apenas um espírito maligno, uma oração de libertação dava conta. Agora um coração furado só pode ser restaurado com a cura da alma, ou seja, um processo nada instantâneo. Para nossa geração ‘microondas’ isso não é nada atraente, raramente queremos pagar o preço de da auto-análise, pois isso também nos causa desconforto.

Não é pra menos que nossos corações furados são incapazes de conter a presença de Deus por mais tempo. Quando nosso foco está em nós mesmos, em sermos como fulano, aceitos por alguém “de posição”, sermos “especiais” ou melhores que todos – tudo isso mantém nossos furos bem abertos. Vivemos tentando conter o que Deus nos dá, ao invés de permitir que Ele venha nos restaurar, pois só assim a presença Dele em nós seria inevitável.

Que hoje venhamos deixá-Lo vir e tapar os nossos furos, que venhamos liberar o perdão que nos refaz invadir nossa alma, que venhamos entregar as nossas mágoas e experimentar a verdadeira leveza. Que nossos corações sejam inteiros para carregar o mais valioso tesouro: Sua doce e poderosa Presença.

Z.L.

 

4 pensamentos sobre “peneira

  1. Que legal! Amei o design do blog. Gostoso de ler. Manter a presença de Deus por muito tempo é algo difícil mesmo e andei me perguntando como dois dias tristes puderam me causar tanto mal. Quero cura, quero mantê-lo. Não quero ser peneira! Merci. :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s